26 de julho de 2010

Vou cuidar dos seus olhos para que me veja.

Olá, Papai.

Posso me sentar aqui só um pouquinho?
Tive um dia cheio... O seu também não deve ter sido diferente.
Estudei, como sempre. Fui às aulas na academia e fiz análise.
Mas o que eu quero te dizer, papai... É que...
Assim, as aulas de hidroterapia são muito relaxantes. Tem sido ótimo pra minha coluna.
A escola tem me estressado cada vez mais. O professor de física me lembra tanto você. Mas ele é um pouco chato.
E na verdade análise nem é tão bom quando eu pensava ser.

Pai, desculpa. Não vim aqui pra te dizer essas coisas.
Apesar de que seria bom que tivéssemos essa conversa todos os dias, né?
Confesso que tenho curiosidade para saber como foi o seu dia de trabalho. Eu já sei que você passa o dia ao telefone, que você às vezes grita e que fica com fome no meio da tarde. Sei que você sempre chega cansado, noite trás noite.
Nada mais.
Eu quero te dizer que você tem razão quando diz que eu eu sou uma filha "ausente", e que não ligo para os seus problemas. Talvez você veja as coisas por um lado piorado, até porque não é que eu não ligue ou não me preocupe com você... É impensado. A sua vida sempre foi distante da minha e se é pra te falar a verdade, só vim a questionar seus sentimentos há uns anos.
Você também tem razão quando diz que eu vivo no meu mundo. Em um mundo que talvez você não faça parte, nem a mamãe, nem os meus irmãos. Mas também não é por querer.
Você sabe... Quer dizer, você não sabe... Mas tudo isso tem razão. Talvez um porquê. Só não vou lhe dizer agora, papai...
Mas te prometo uma coisa: -uma não, muitas delas:
Eu sou a filha que você sempre sonhou ter.
Tudo bem, posso ainda não ser. Mas em mim está plantada uma semente sua...
Você não vê?
Eu te prometo passar na melhor universidade. Eu te prometo ganhar meu dinheiro e depender só um pouquinho de você. Eu prometo fazer caridade todo dia... Toda semana. Prometo falar mais baixo, cheirar alfazema e frequentar lares espíritas nem que seja em dias alternados. Prometo ser uma atriz que te encha de lágrimas os olhos em pelo menos um dos milhares de espetáculos que pretendo estar. Prometo sermos tão felizes... E não sentirei mais a sua falta quando ver a poltrona vazia. Pois saberei que alguma reunião te surpreendeu e que você está com a cabeça em mim, me desejando "merda".
Prometo, papai, não me meter com drogas e não beber além da conta. Prometo não fumar.
Sabe aqueles livros que você sempre diz que gostaria que eu lesse? Eu os lerei, e com certeza, escreverei alguns à altura. Serei uma escritora cheia de vocábulario.
Vou dominar a geografia que tanto me domina atualmente. Vou me acostumar a ler o jornal todos os dias para ver o que se passa no mundo.
Eu já começei a comer mais frutas. Quase todo dia eu como uma maçã, tomo um copo do suco de laranja que você faz tão cuidadosamente e encho o prato de salada como entrada no almoço. Mas não sei se você cuidou de olhar. Mas não tem problema: eu prometo aumentar a frequencia das refeições saudáveis e prometo que você vai ver.

Não, Papai. Não precisa chorar.



Na verdade, pára de chorar, por favor?



Eu nunca soube que seus olhos derramavam lágrimas.



Pai, eu sei que te confundo a cabeça. Eu sei de tudo. Mas não sei de nada.
Não sei falar-lhe e não sei demonstrar.
Me calei por tanto tempo e hoje...
Hoje eu quero lhe pedir perdão.
Perdão por ter me magoado com as suas palavras que machucam tanto, e assim levantar o nariz que você tanto calcitra, e assim alterar o tom de voz, e assim chorar, e assim me desesperar.
Perdão por não fazer o senhor se interessar pela minha vida.
Perdão por não te mostrar em meu olhar mais esperança e comprometimento com a vida.
Se pudesse, daria meus olhos para que tomasse conta, que nem naquela música do Chico que tanto já cantarolamos.
Perdão por não apagar as luzes e quebrar tantos copos, perder tantos celulares.
Perdão pelas vezes que me ouviu falando palavrão. Perdão por não aguentar que me chames de...
Perdão.

Não quero te magoar. Nem fazer vir à tona lembranças que te machuquem.
A gente sabe também que existem outras que graças a Deus a gente não lembra, pra não se odiar.

Quero te pedir perdão e colocar em você metade dessa semente sua que há em mim.
Quero dizer a que vim:

Vim para dizer que te amo.


Boa noite.

8 comentários:

  1. lindo... lindo. transbordando...

    ResponderExcluir
  2. lindo, baby! lindo mesmo! isso precisa chegar ao seu destino, né? beijo! te amo!

    ResponderExcluir
  3. perfeito mesmo, lindooooo...

    ResponderExcluir
  4. Você sabe fazer emocionar. Lindo!

    ResponderExcluir
  5. não consigo ler sem chorar! que delícia de texto

    ResponderExcluir
  6. Filha amada do coração, herança transcendental, que o PAI maior me confiou a guarda, nesta vida breve e como tal passageira,teu pai sabe de tudo isto e muito mais. Garanto-lhe que apesar de não saber fazer o melhor, é o melhor que ele quer para você. Mais uma vez lhe peço calma, paciência e equilíbrio, tudo vai se ajeitar. E garanto-lhe antecipadamente, que nunca nesta vida, nenhum homem lhe amará com tanta dedicação e carinho. Você, apesar de tudo, sei que sabe, disto!
    Amo você eterna e infinitamente!
    MM

    ResponderExcluir
  7. Perfeito texto, perfeito vocabulário, perfeita intensidade, perfeita emoção, perfeito amor...
    Perfeita você!
    Não posso dizer que vc me supreende cada dia mais, pq é mentira... Vc já chegou em um ápice que tudo o que vem assim, tão perfeito, só poderia ter vindo de vc.
    Te amo.
    Parabéns por seres BÁRBARA!

    ResponderExcluir