26 de setembro de 2009

Ah, é um paradoxo...

Acho que fiz em março desse ano:


Tão segura de si, tão aflita dos outros
Tão cheia de amor, tanto vazio e dor
Tanta coisa escondida, tanta exposição inútil
Meus braços abrirei
Estandarte da vontade
Vontade de gritar
Vontade de não omitir
Vontade de ser e fazer
Pintar e bordar
Arrancar essa tela suja e planejada
Pré-fabricada...

2 comentários:

  1. Entendo, mas...

    acho que nesse caso eu sempre vou saber dizer o mas....

    ResponderExcluir